August 28, 2016, 1:35 pm

Quem Somos
A W3Enge é um centro de aperfeiçoamento profissional, que atua desde 1997 na área tecnológica. Todos os cursos da W3Enge são permanentemente atualizados para que apresentem as tecnologias mais modernas utilizadas mundialmente.
Desenvolvemos parcerias técnicas com Centros de Pesquisa, Universidades, Associações, Conselhos de Classe e Empresas Fornecedoras, para que possamos apresentar aos nossos alunos novas Tecnologias, Métodos e Normas. Mantendo assim treinamentos com alto nível de qualificação profissional, com total independência para que nossos instrutores transmitam aos alunos o conhecimento necessário. A cada aula são apresentados casos reais do dia-a-dia profissional. Desenvolvemos o sistema de aulas presencial-virtual para levarmos nossos treinamentos aos outros Estados e parceiros.
Educação à distância por videoconferência

No final da década de 90 a videoconferência tem aparecido como uma alternativa para instituições educacionais oferecerem cursos à distância no Brasil. A possibilidade aberta pela LDB - Lei 9394 (20/12/96). de considerar as aulas por videoconferência dentro dos mesmos parâmetros que a educação presencial está gerando a procura principalmente de cursos de especialização e cursos de pós-graduação.

Uma das definições mais amplamente aceitas conceitua Educação à Distância como a comunicação em duas vias entre professor e aluno separados por uma distância geográfica durante o processo de aprendizagem, utilizando algum tipo de tecnologia para facilitar e apoiar o processo educacional bem como permitir a distribuição do conteúdo do curso. As tecnologias de comunicação utilizadas atualmente são cada vez mais interativas e se constituem numa ferramenta valiosa para alcançar estudantes dispersos por grandes territórios.

As experiências de ensino a distância mostram que o uso da videoconferência motiva positivamente tanto alunos quanto professores. A expectativa de utilizar tecnologia de ponta na sala de aula trás, ao mesmo tempo, curiosidade e apreensão pela possibilidade de experimentar um jeito novo de ensinar e aprender. Representa principalmente um desafio para o professor, que precisa adaptar sua maneira de ensinar à nova dinâmica da aula.

É preciso ter em mente que as aulas à distância pela videoconferência têm como base a aula presencial, mas colocam uma interface (câmeras e microfones) que media o contato do professor com os alunos.

A educação por videoconferência se diferencia da presencial por utilizar uma tecnologia audiovisual, o que equivale a dizer que as aulas podem ser identificadas com um programa de televisão feito ao vivo, com a participação da platéia presente no mesmo espaço ou em outros locais.

Texto adaptado e complementado a partir do artigo "Educação a distância por videoconferência". Cruz, D.M., Barcia, R.M. Tecnologia Educacional, ano XXVIII, n. 150/151, julho/dezembro, 2000, p. 3-10.


O que é o sistema Presencia-virtual

Esse modelo utiliza a tecnologia da videoconferência interativa, através da qual efetiva-se o diálogo imediato entre professores e alunos, através da transmissão de áudio e vídeo em tempo real. Esta característica confere e resulta na sensação de professores e alunos estarem efetivamente presentes em um mesmo espaço, pertencendo a um único grupo interativo.

Por que utilizar este novo modelo de trabalho

A educação à distância no sistema presencial-virtual pode ser considerada como uma alternativa de formação profissional tanto para empresas que querem treinar seus empregados como para instituições educacionais que querem capacitar seus professores e alunos. Em termos de vantagens econômicas, o sistema presencial-virtual permite dispensar treinamento diretamente no local de trabalho ou nas instituições educacionais. O uso do sistema presencial-virtual reduz os custos de transporte e de alojamento, além de evitar os deslocamentos tanto de alunos como de professores e a necessária substituição dos que saem para estudar. No caso do Brasil, com a verba necessária para mandar um profissional-aluno estudar fora, é possível qualificar até 25 funcionários dentro do próprio local de trabalho.


 

Nossa Equipe
Todos os nossos instrutores atuam profissionalmente com os assuntos ministrados e o material didático é atualizado para incorporar os avanços tecnológicos e as experiências vivenciadas por nossos instrutores.
Albino Cunha

Mestre em Ciências (Engenharia Civil), UFF, 1985. Curso de Especialização em Concreto Armado, UFRJ, 1974/1975. Engenheiro Civil (opção Estruturas), UFRJ, 1974. Professor Assistente de disciplinas de Concreto Armado, UERJ, desde 1984. Ex-professor das Faculdades Reunidas Nuno Lisboa (1976 a 1979) e da Universidade Veiga de Almeida (1978 a 1981). Coautor do livro “Lajes de Concreto Armado e Protendido”, EDUFF/EDUERJ, 1ª ed, 1994, 2ª ed, 1999. Coordenador e coautor dos livros “Acidentes Estruturais na Construção Civil”, Ed. PINI, Vol. 1, 1996, e Vol. 2, 1998. Autor de diversos artigos publicados em revistas técnico-científicas e/ou apresentados em congressos nacionais e internacionais. Trabalhou, desenvolvendo projetos de estruturas de concreto armado, nas empresas de consultoria de engenharia ENGEVIX, NORONHA ENGENHARIA, SEEBLA e QUEIROZ CUNHA ENGENHARIA, e outras, por mais de 20 anos. Atualmente é consultor de engenharia e professor da Faculdade de Engenharia da UERJ.

Alexandre Pereira Lemos

Especialização em Engenharia de Tubulação (PROMINP) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-RJ, em 2007. Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ em 1999. Diversos cursos na área, dentre eles: Análise de Tensões em Tubulações Industriais e Modelagem em PDMS e PDS. Desde 2009 trabalha em empresa de consultoria, na fiscalização de projetos de tubulação para empreendimentos de abastecimento na indústria de Petróleo, Gás e Energia, atuando na fiscalização da produção e emissão de documentos pelas empresas de engenharia contratadas para o detalhamento dos projetos de tubulação, tais como: Fiscalização e comentários de arranjo de equipamentos; Fiscalização e comentários de arranjo de tubulação através da maquete eletrônica (PDMS); Fiscalização, comentários e aprovação/reprovação de documentos emitidos pela projetista, tais como Listas de Documentos, Critérios de Projetos, Memórias de Cálculo de Flexibilidade, Plantas de Tubulação, Isométricos, Solicitação de Informação Técnica (SIT), Suportes de Tubulação, entre outros. Também participa em reuniões internas e com a projetista para acompanhamento do projeto e orientações técnicas. Antes de 2009 atuou como engenheiro de tubulação, na coordenação de equipe e também na execução de projeto de detalhamento de tubulação.

Aline Guimarães Monteiro

Doutora e Mestre em Planejamento e Gestão Ambiental pelo PPE/COPPE/UFRJ, Engenheira Química e Licenciada em Química. Professora do Magistério Superior do CEFET - Maracanã. Pesquisadora em desenvolvimento e aplicação de metodologias de valoração econômica em empreendimentos energéticos e ambientais, na avaliação da responsabilidade sócio-ambiental de empreendimentos. Professora convidada nos Cursos de Pós-Graduação (Lato e Stricto-Sensu) de Planejamento e Gestão Ambiental de Universidades Coorporativas no Brasil (Universidade Veiga de Almeida, Universidade Candido Mendes, Centro Universitário Plínio Leite, Universidade Federal Fluminense). Professora de Cursos em Meio Ambiente no Instituto Ecológico Aqualung.

Ana Cristina Martins Bruno

Mestre em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ (2000); Pós Graduada em Gestão pela Qualidade (MBA) pela FGV (1998); Engenheira Mecânica formada pela UERJ (1992); Participação em diversos cursos na área de gestão, destacando-se Treinamento Avançado em Gestão da Qualidade, realizado em Estocolmo, Suécia (1995) e Master in Project Management, curso apoiado pelo PMI-Rio (2004). Atualmente é Coordenadora de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão da Faculdade SENAI/CETIQT. Experiências profissionais anteriores envolvem trabalhos de consultoria e de implantação de sistemas de gestão da qualidade e realização de auditorias da qualidade.

Antônio Eduardo Polisseni

Engenheiro civil UFJF (1978), Mestre em Engenharia Civil UFRGS (1986), Doutor em Engenharia Civil UFRGS (2005), professor Faculdade de Engenharia UFJF, Consultor do Projeto Gepro/FCT, na área de Tecnologia do Concreto, com atuação em obras de edificações, barragens, pavimento rígido, shopping centers, obras industriais.

Carlos Franchi

Engenheiro de Produção pela UFRJ. Certificado PMP pelo PMI. Professor desde 2005 na Pós Graduação da Engenharia de Produção da UERJ (Campus Rio e Resende). Instrutor em inúmeros eventos de gestão de projetos em empresas como IBM e Unisys. Especializado em projetos nas áreas de Tecnologia da Informação e Logística, tendo atuado em empresas como IBM, Unisys,  Vale, contando  com 22 anos de experiência em Gestão de Projetos.  Hoje é consultor independente e provê soluções em gestão de projetos através da empresa Franchi Consultoria.

Carlos José Marinho Falcão

Engenheiro mecânico pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1978, professor do Departamento de Mecânica da Faculdade de Engenharia Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Engenheiro de equipamentos mecânicos e tubulações na Seebla, Líder da disciplina equipamentos estáticos de caldeiraria por 19 anos na Promon Engenharia na Unidade Operacional de Indústrias de Processo, Consultor Engenheiro de equipamentos estáticos de caldeiraria por 13 anos, Engenheiro de equipamentos estáticos de caldeiraria para prestação de serviços para a PETROBRAS na Consulpri desde 2013, Líder da especialidade de Equipamentos Estáticos de Caldeiraria e elaboração de documentos técnicos de projeto, memoriais de cálculo, pareceres técnicos e análise de documentos de fornecedor para vasos. Atuou na Elaboração de parecer técnico de propostas para serviços de consultoria para adequação das instalações do Gasoduto Bolívia-Brasil à NR-13, TBG - Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia. Obras Complementares da PDEG - Petrobras, SCET Soluções de Engenharia e Tecnologia Ltda. Refinaria de Petróleos de Manguinhos. Projetos da Expansão 1, Expansão 2 e Expansão 3 da fábrica de alumina da Alunorte. Petroflex Indústria e Comércio; IBQN-Instituto Brasileiro de Qualidade Nuclear/Petroflex; Estudo de viabilidade de Unidades de Ácido Sulfúrico e Ácido Fosfórico - Krebs Engenharia- TECHNIP Group.

Cláudio de Souza Pereira

Mestre em Gestão Empresarial pela EBAPE - FGV/RJ, Especializações: Administração de Recursos Humanos - IAG - PUC/RJ e Economia Política da Urbanização - Bennett. Atualmente é professor de Pós-graduação da PUC/RJ, FGV e UCM. Consultor e educador corporativo das maiores empresas multinacionais e estatais do Brasil.

Cláudio Quartaroli

Analista de Sistemas com Pós Graduação e MBA em Gestão de Tecnologia da Informação.É certificado como Project Management Professional (PMP) pelo PMI. Trabalhou nos últimos anos em projetos da área de Tecnologia da Informação, Telecomunicações e Manutenção Industrial. Foi Gerente de Planejamento da Wood Group Production & Facilities apoiando contratos de manutenção em Sondas e Plataformas,atuou na área de E&P junto à Petrobras nos últimos 10 anos. Atualmente é Gerente de Portfólio e Projetos do PMO grupo EBX e  Diretor de Comunicação do PMI-Rio de Janeiro. É palestrante, autor de 3 livros na área: Guia de Gerenciamento de Projetos e Certificação PMP; Projetos (publicação PMI-RIO) - co-autor; Gerenciando Projetos via Web com o MS Project Server. Responsável pela formação de Técnicos de Planejamento. Professor de Pós Graduação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro -UERJ, Veiga de Almeda e UNIFOA (Volta Redonda).

Elaine Vazquez

Engenheira, Mestre e Doutora em Engenharia Civil - COPPE-UFRJ. Atuação em construção sustentável, conforto ambiental e patologias nas construções. Responsável pelas disciplinas de Sistemas Prediais II, Arquitetura e Conforto nas Edificações. Professora Associada Universitária da Escola Politécnica/UFRJ, atuando na Vice Direção da Escola Politécnica e no departamento de Construção Civil.

Emil de Souza Sánchez Filho

Engenharia Civil pela Universidade Federal de Juiz de Fora em 1976. Especialização em Concreto Protendido em 1976. Mestrado em Engenharia Civil pela COPPE-Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1988. Doutorado em Engenharia Civil pela COPPE-Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1992. Pós-doutorado e pesquisador sem vínculo da PUC-Rio. Pesquisador visitante da Technische Universität Braunschweig / Alemanha. Ex-professor Adjunto da Universidade Federal de Juiz de Fora. Professor Associado do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal Fluminense. Professor Convidado da PUC-Rio. Editor da revista Engenharia Estudo e Pesquisa, órgão oficial da ABPE. Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Estruturas de Concreto, Fundações, Recuperação e Reforço de Estrutural, Alvenaria Estrutural, Engenharia Legal. Atua como consultor e calculista. Publicou mais de 210 trabalhos (artigos em congressos e periódicos, nacionais e internacionais, e teses), nove capítulos de livros, é editor de três livros e autor de três: Elementos de Mecânica dos Sólidos; Tensores; Cálculo Tensorial. Membro do: ACI - American Concrete Institute (USA); PCI - Precast, Prestressed Concrete Institute (USA); FIB - Federatión Internationale du Beton (Suíça); IABSE - International Association of Bridges and Structures (Suíça); IBRACON - Instituto Brasileiro do Concreto; ABCM  - Associação Brasileira de Ciência Mecânica e Engenharia; ABPE - Associação Brasileira de Pontes e Estruturas.

Flávio Ahmed

Advogado Militante e Cientista Social; Mestre e Doutorando em Direitos Difusos e Coletivos pela PUC-SP; Conselheiro da OAB-RJ; Diretor Geral da Escola Superior da Advocacia da OAB-RJ; Presidente da Comissão Permanente de Direito Ambiental da OAB-RJ; Membro Consultor da CONDA (Comissão Nacional de Direito Ambiental do Conselho Federal da OAB); Membro Titular do Conema-RJ (Conselho de Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro); Membro do Conselho Editorial da Editora LumenJúr; Professor de Direito Ambiental da Escola de Direito da FGV-RIO nos cursos Pós-Graduação, do CESUSC (Centro Universitário de Santa Catarina, e da PUC-SP (COGEAE). Autor de Direitos Culturais e Cidadania Ambiental no Cotidiano das Cidades, na sua 2ª Edição (2014).

Flávio Alonso de Barros Correia

Engenheiro Eletricista formado pela Universidade Federal Fluminense. Atualmente professor da disciplina projetos de Engenharia Elétrica na Universidade Federal Fluminense, atuando no mercado como consultor em engenharia elétrica nas área de produção e manutenção. Sempre atuando na elaboração e análise do Prontuário das instalações elétricas dos diversos tipo de instalação. Atualmente trabalha como consultor técnico de instituições diversas Hospitais, parque temáticos e instituições de ensino.

Gilberto Adib Couri

Engenheiro Civil, Doutor em Engenharia, ex-presidente do IBAPE-RJ, ex-Vice Presidente Técnico do IBAPE Nacional. Especializado na confecção de laudos técnicos. Consultor técnico na área de patologia de edificações. Ex-professor das UFRJ, UERJ e PUC-RJ. Professor e Coordenador da FGV Management. Professor titular da UFF, atuando no mestrado e doutorado. Premiado no XVII Congresso Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia - COBREAP - 2013.

Gustavo Aveiro Lins

Biólogo formado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), estudante do curso de graduação em Engenharia Ambiental. Tem curso de especialização em Informática na Educação (UNICAM) e Ciências Ambientais (UFRJ). Atua desde 1997 na área acadêmica, primeiro no laboratório de zoologia de vertebrados (UERJ) e depois no Departamento de Recursos Hídricos e Ambientais da UFRJ. Tem vários trabalhos apresentados em congressos, bem como, artigos publicados em revistas nacionais e internacionais. Atualmente é professor da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro (SEE/RJ), tutor do curso de graduação em Ciências Biológicas do CEDERJ e funcionário da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (CEDAE).

Helio Meirim

Mestre em Administração e Desenvolvimento Empresarial, Administrador com MBA em Marketing, Logistica, Análise e Projeto de Sistemas e Docência Superior. Atuou por mais de 15 anos, como executivo de Logística, em empresas nacionais e multinacionais tendo desenvolvido projetos no Brasil, Chile, México, Estados Unidos, Portugal e Espanha. Membro da Comissão de Logística do Conselho Regional de Administração - RJ. Consultor e Professor Universitário em cursos de MBA, Pós-Graduação e Graduação.

Itamar Soares de Oliveira

Graduação em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Minas Gerais (2004) e formou-se no curso de especialização de Sistemas Elétricos na Universidade Petrobras(2008). Atualmente exerce a Função de Coordenador Técnico na área de Sistemas Elétricos da PETROBRAS, atuando de forma consultiva em todas suas instalações. Tem experiência na área Sistemas de Alta e Extra-alta tensão, geração de energia termelétrica e outras, tendo atuado com Engenharia Consultiva na Leme Engenharia em projetos de transmissão e geração de energia até 2006 e na CEMIG como coordenador da área de distribuição (2007). Atua principalmente nos seguintes temas: Estudos e projetos conceituais e básicos de sistemas elétricos industriais de médio e grande porte, sistemas de geração e transmissão de energia, consultoria e estudos de proteção, Fluxo de Potência, curto-circuito, coordenação de isolamento, Harmônicos, NR-10, transitórios eletromagnéticos e especificação de grandes equipamentos.

Jorge Luís da Rocha Ferreira

Engenheiro Mecânico, MSc Engenharia Mecânica. Engenheiro da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Professor universitário.

Jose Augusto Domingues Martins

Engenheiro Civil pela PUC/RJ em 1976, com experiência no ensino universitário, lecionando cadeiras de estruturas do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Gama Filho, desde 1977; Aplicação do Curso de Concreto Armado para engenheiros e arquitetos do IRB – Instituto de Resseguros de Brasil (1992); experiência profissional em grandes empresas de consultoria com projetos de estruturas industriais e portuárias (5 anos); com projetos de estruturas de petróleo e petroquímica (7 anos); com projetos de edifícios e estruturas industriais, pontes e obras de arte, metrô do RJ,  (8 anos). Atualmente, engº senior da gerência de Engenharia da Petrobras Distribuidora, onde atua desde 1999.

José Mauro Marquez

PhD. Engenheiro Civil UVA (1981), Mestre em Ciências - Computação-Transportes, Instituto Militar de Engenharia - IME (1997), Doutor em Engenharia, Faculty of Computing, Engineering and Mathematical Sciences, University of the West of England, UWE, Bristol (2005), professor Faculdade de Engenharia Universidade Veiga de Almeida, Consultor de projetos na área de Tecnologia de Transportes, ITS, Transporte Público e de Cargas, Transporte Ferroviário, Terminais Multimodais, Engenharia de Custos e Gerenciamento de Projetos, com atuação em projetos ferroviários (adequação da Linha do Centro e Planejamento e Operação na Ferrovia do Aço), Terminais Ferroviários e Rodoviários, Terminais Portuários de Contêineres, Análise de Cenários em Produção e Transportes, Mobilidade Urbana, Modelagem de Transporte Público e Engenharia de Tráfego.

Laerce de Paula Nunes

Engenheiro Metalurgista pela UFF em 1967 - Especialização em Engenharia de Equipamentos em 1968. Na PETROBRÁS no período 01/02/1967 a 30/06 /1995, trabalhou em inspeção de equipamentos, projetos e especificação de sistema de proteção anticorrosiva (revestimentos, pintura industrial, proteção catódica e seleção de materiais ). Atuou como Professor, Coordenador e Gerente na Área de Treinamento da Companhia. Atuou como Consultor na Área de Corrosão em grande número de Empresas por todo o país. Foi Presidente da ABRACO no biênio 1999/2000. Ministrou centenas de cursos em entidades e empresas tais como: ABRACO, IBP, NTT, ABRAMAN, ÍNTEGRA, IEC, PETROBRÁS, ELETRONUCLEAR, dentre outras. Atualmente atua como Gerente de Projetos da IEC - Instalações e Engenharia de Corrosão Ltda, empresa especializada em Proteção Catódica e é o atual Vice-Presidente da ABRACO. Possui um grande número de Trabalhos Técnicos publicados nos Anais dos Congressos, especialmente da ABRACO e do IBP. Publicou três Livros pela Editora Interciência: Pintura Industrial na Proteção Anticorrosiva (3ª edição), Proteção Catódica Técnica de Combate à Corrosão (4ª edição) e Fundamentos de Resistência à Corrosão, lançado em 15/05/2007.

Lais Alves

Engenheira e Mestre em Engenharia Civil - COPPE-UFRJ. Atuação em construção sustentável, materiais de construção e patologias nas construções. Responsável pelas disciplinas de Instalações Hidráulicas e Sanitárias, Tecnologia Hidro-Sanitária, Instalações elétricas, Desempenho em Edificações Habitacionais e Fundamentos de Desenho de Projeto. Professora Universitária do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET-RJ), atuando no departamento de Construção Civil.

Luiz Alberto Araújo de Seixas Leal

Doutorando em Engenharia de Estruturas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), possui mestrado em Engenharia de Estruturas pela Universidade de São Paulo (USP) e graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atuou como professor das disciplinas de Resistência dos Materiais I, Isostática e Introdução aos Sistemas Estruturais [Universidade Federal da Bahia]. No âmbito acadêmico, participou de orientações e bancas avaliadoras de trabalhos. Possui artigos publicados em periódicos nacionais e congressos internacionais, relacionados à mecânica computacional, estruturas de aço, avaliação da não linearidade geométrica e ao método dos elementos finitos. No âmbito profissional, é sócio da empresa Alberto Leal Engenharia Estrutural, onde teve a oportunidade de participar de diversos projetos e consultorias voltadas às estruturas de aço, concreto, mistas de aço/concreto e madeira. Possui ainda experiência no desenvolvimento de analises, dimensionamento e detalhamento de de pontes e viadutos.

Luiz Carlos Miragaia

Engenheiro Eletricista formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Leciona Instalações Elétricas no curso de engenharia elétrica da Universidade Santa Úrsula e no Curso de Pós-graduação da Universidade Estácio de Sá. Ex-professor da Universidade Gama Filho e do Instituto Militar de Engenharia (IME). Instrutor do Curso de Operadores do Operador Nacional do Sistema (ONS).

Luiz Fernando Regino

Pós-graduado em Marketing pela ESPM, Graduado em Engenharia Eletrônica pelo CEFET/RJ, PMP pelo PMI/RJ, está cursando o Mestrado Profissionalizante em Economia no IBMEC-RJ. Atualmente é professor de pós-graduação da UERJ e consultor de Gestão de Projetos. Atuou 28 anos em empresa multinacional, exercendo diversos cargos como executivo nas áreas de marketing e de serviços.

Marcela Torno de Azeredo Lopes

Engenheira Civil pela UniFOA, Centro Universitário de Volta Redonda, em 1999. Mestre em Estruturas - Engenharia Civil - pela UFF em 2002. Doutora em Estruturas - Engenharia Civil - pela PUC-Rio em 2007. Autora de artigos publicados em revistas técnicas e congressos. Professora Adjunta de disciplinas de Sistemas Estruturais do curso de Arquitetura e Urbanismo da PUC-Rio desde fev/2014. Carreira profissional desenvolvida na área de estruturas de concreto armado e protendido, com atuação principal como engenheira sênior em projetos de obras portuárias.

Marcelo Gonçalves de Vasconcelos

Pós Graduando em Engenharia de Soldagem pelo Instituto de Tecnologia e Pesquisa (IPTEC) da Universidade Católica de Petrópolis, Pós Graduado em Engenharia de Tubulações pela Universidade Castelo Branco, Graduado em Gestão para Indústria do Petróleo e Gás pela Universidade Estácio de Sá. Sua experiência profissional está expressa em 11 anos de atuação no seguimento metal-mecânica, nas áreas de Construção e Montagem e Controle da Qualidade. Atualmente atua na Coordenação de Construção e Montagem de Tubulações na implementação de Empreendimentos para Destilação (U-2100), Coque (U-2200) e Hdt’s (U-2500 e U-2600) do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro; exerceu atividades de Consultor para assuntos de Tubulações e Pintura no projeto de Implementação de empreendimentos para construção e Montagem do Centro de Pesquisas da Petrobras - CENPES; atuou na Construção e Montagem da Plataforma P-54 (2007-2008) sempre na Fiscalização da Petrobras; Trabalhou no projeto Jacarandá na Ampliação da Fábrica da Michelin no Rio de Janeiro e Trabalhou na Refinaria Duque de Caxias na supervisão de 05 Revamps realizadas.

Mauri Resende Vargas

Engenheiro pela EESC-USP (Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo). Diretor Técnico da Tecsteel Engenharia e Consultoria Técnica S/A Ltda., elaborou projetos e cálculos de estruturas de aço para diversas edificações, assim como projetos de segurança contra incêndio das estruturas de aço de diversas obras. Acompanhou e fiscalizou projeto, fabricação e montagem de estruturas de aço para diversas edificações. Proferiu palestra em seminários e congressos sobre temas relacionados com a construção metálica e Light Steel Frame. É integrante das equipes de elaboração de texto-base das normas brasileiras ABNT sobre estruturas de aço: NBR 8800, NBR 14762, NBR 14432, NBR 14323, NBR 15253 e da NBR Projeto de estruturas de aço mistas de aço e concreto de edificações com perfis tubulares.

Orlando Gomes Sodré

Engenheiro Civil e Eletricista. Doutorando em Análise e Dimensionamento de Estruturas - UFF, Mestre em Tecnologia das Construções. MBA em Engenharia de Manutenção. Professor Universitário nas cadeiras de Princípios de Engenharia, Projeto 1, Mecânica Geral 1, Fenômenos de Transporte, Projeto de Produto, Planejamento das Instalações e Gerenciamento da Manutenção na UVA - Universidade Veiga de Almeida. Professor Universitário nas cadeiras de Resistência dos Materiais, Fenômenos de Transporte, Drenagem Urbana, Ciências e Tecnologia dos Materiais na UCL - Universidade Celso Lisboa. Engenheiro Civil da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro lotado na Subsecretaria de Defesa Civil da Cidade do Rio de Janeiro. Perito e Avaliador de Imóveis. Consultor em matérias de revistas e jornais, tais como, CIPA, CONDOMÍNIOS, EXTRA e O DIA. Professor dos cursos de "Manutenção Predial e Elétrica" e "Administração Condominial" do Centro de Capacitação do SECOVIRIO.

Paulo Guerra

Pós Graduado em Formação Pedagógica com ênfase em Administração-UCAM, Pós Graduado em Docência no Ensino Médio e Fundamental - UCAM, Graduado em Administração pela UFRJ. Ex-diretor da ACAT - Agencia de Capacitação para o Trabalho do Instituto Politécnico da Universidade Estácio de Sá. Consultor e Educador do Sebrae e Senac.

Paulo Sérgio De Almeida Galvão

Mestre em Sistemas de Gestão pela UFF. Especialista em Metodologia de Ensino Superior pela ABEU. Graduado em Administração pela SUAM. Graduado em Direito pela UGF. Gerente regional da ABINEE (Assoc. Bras. da Indústria Elétrica e Eletrônica); Coordenador Financeiro da Organização para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável (OMNI), Professor em diversas Universidades (UERJ, ABEU, UVA etc); Conselheiro do CEPEL, do IBQN, da ONIP e da FBTS. Foi Vice Presidente da Companhia Estadual de Habitação (CEHAB), Diretor Comercial da Eletrosiderúrgica Brasileira (SIBRA), Diretor Executivo do Instituto de Terras da Bahia (INTERBA), entre outros. Autor de artigos publicados em congressos e periódicos.

Pedro Carlos Silva Telles

Engenheiro diplomado pela antiga Escola Nacional de Engenharia (atual Escola Politécnica da UFRJ), em 1947. Sócio titular do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro. Membro titular da Academia Nacional de Engenharia e da Academia Brasileira de Engenharia Militar. Sócio da Sociedade Brasileira de História da Ciência. 45 artigos publicados em várias revistas no Brasil e no exterior. Atuou como professor de Equipamentos Industriais da Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e de Tubulações Industriais do curso de pós-graduação da Petrobras. Ex-chefe do setor de Caldeiraria do Serviço de Engenharia da Petrobras, é consultor técnico do Instituto Brasileiro de Petróleo. Também atuou por mais de 30 anos na Petrobras, onde chefiou órgãos de relevância e participou dos mais expressivos empreendimentos da empresa. Membro da Academia Nacional de Engenharia. Autor de livros sobre tubulações industriais.

Plinio Pecly

Engenheiro Metalúrgico com 24 anos de experiência em soldagem. Especialização em Engenharia de Soldagem pela Associação Alemã de Soldagem - HANNOVER. Gerente do Depto. Técnico da FBTS Fundação Brasileira de Tecnologia da Soldagem. Prêmios: Concedido pela AGA S/A ao melhor trabalho no setor de -Ensino- apresentado no XVII Encontro Nacional de Tecnologia da Soldagem /ABS: Metodologia para Cálculo do Custo de Registro de Qualificação de Procedimento de Soldagem e Estudo sobre a Aplicação dos Processos de Soldagem a Laser e por Fricção Radial na Instalação de Risers Rígidos em Catenária (co-autor), CENPES (Petrobras), Junho 2001.

Renata Faísca

Engenheira, Mestre e Doutora em Engenharia Civil - COPPE-UFRJ. Atuação em construção sustentável, manutenção predial, projetos de tubulações nas áreas nuclear e petrolífera. Professora Universitária, atuando na Coordenação do Curso de Graduação de Engenharia Civil e na Chefia do Setor de Construção Civil. Responsável pelas disciplinas de Instalações Hidráulicas e Sanitárias, Instalações Elétricas e Novas Tecnologias Aplicadas à Construção Civil.

Sérgio Fernandes Pessanha

Engenheiro Mecânico Pleno com mais de quinze anos de experiência em Engenharia Industrial, abrangendo a elaboração e execução de projetos; planejamento e acompanhamento de montagem e assistência técnica, manutenção e reformas de unidades de produção. Atuando na função de fiscalização dos projetos executivos do COMPERJ-Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro e consultoria técnica na área de tubulação e sistemas industriais. Efetuei projetos para a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), onde foi necessário o emprego de conceitos ligados ao ASME BPE envolvendo os principais princípios de validação ligados a ANVISA atuando na elaboração de projetos e detalhamentos no seguimento de tubulações industriais. Atuei na implantação de unidades industriais como responsável pelo Setor de Mecânica do Depto. de Engenharia Central da Akzo Nobel do Brasil - Divisão Química durante 07 anos. Supervisionei a área de Mecânica, como cliente residente, na PROMON ENGENHARIA - São Paulo, durante a elaboração e nacionalização de projetos. Na área de Caldeiraria participei de projeto e detalhamento de Vasos, Colunas e Reatores, com ênfase para cálculo em Trocadores de Calor, baseado nas Normas ASME-Seção VIII e TEMA, bem como Tanques pela Norma API. Na área de Processo, elaborei projeto e detalhamento para dimensionamento de Sistemas de Óleo Térmico, Água de Resfriamento, Sistemas de Secagem, Ar Comprimido e Gases, com especificações baseadas nas normas ABNT, API, ASME B.31 e ASTM.

Simone Feigelson Deutsch

Arquiteta e Urbanista, Doutora em Engenharia Civil, Pós Graduada em Avaliações e Perícias de Engenharia e em Auditoria e Perícia Ambiental. Ex-diretora do IBAPE-RJ e ex-diretora do IBAPE Nacional - Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia. Professora em diversos Cursos de extensão nas áreas de: Perícias, Patologia das Edificações, Legislação Edilícia e Avaliação de imóveis. Membro da Comissão de Direito Ambiental da OAB-RJ e Professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO.

Sônia Maria de Carvalho Silva

Mestre em Sistemas de Gestão pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com pesquisa desenvolvida na área de Responsabilidade Social e Sustentabilidade (2011). Pós-Graduada em Organizações e Estratégia pela UFF (2010). Especialista em Educação Superior no Brasil pela UFF (2007). Bacharel em Arquivologia pela UFF (2003), com pesquisa desenvolvida na área de Gestão de Documentos. Licenciada em Estudos Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1984). Atuação na Universidade Federal Fluminense desde 1984. Coordenação das seguintes atividades e eventos: registro dos dados cadastrais e acompanhamento acadêmico dos discentes de graduação; Programas e Projetos Acadêmicos, dentre eles: Acolhimento Estudantil e Dupla Diplomação; Acompanhamento acadêmico dos estudantes estrangeiros; Program a de Intercâmbio Cultural e de Mobilidade Acadêmica Nacional e Internacional; participação nos Projetos de implantação e organização das secretarias de Unidades localizadas no interior do Estado do RJ (Rio das Ostras e Nova Friburgo). Atuação no Ensino a Distância. Participação em 2010 e 2011 do Programa EducaMais (convênio firmado entre a Prefeitura do Estado do Rio de Janeiro e a Firjan), lecionando as disciplinas: Sensibilização para o Ensino a Distância; Processos Cognitivos e Raciocínio Lógico; Ética e Cidadania. Atuação, em 2010, como Tutora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) pelo Consórcio do Ensino a Distância / CEDERJ, lecionando a disciplina Ciência da Filosofia. Atuação, em 2011, como Tutora Especialista no Curso de Iniciação à Docência na Educação Profissional e Tecnológica do SENAI, lecionando as seguintes disciplinas: Fundamentos da Comunicação; Técnicas de Comunicação e Tecnologia Aplicada à Educação. Atuação em 2012 no SENAI, como pr ofessora conteudista, desenvolvendo os seguintes temas: Aprendizagem Ativa; Respondendo a estudantes exigentes; Técnicas de apresentação para professores; Planejamento Escolar II: o primeiro dia de aula; A Abordagem pessoal de feedback aos alunos e Como lidar com situações difíceis em sala de aula. Integrante, como pesquisadora, a partir de junho de 2011, na linha de pesquisa Consciência, Cidadania Socioambiental e Ecodesenvolvimento em Educação e Vice Líder do grupo de pesquisa da Rede EConsCiencia. Vice Coordenadora do Programa de Extensão Ecocidades (ver site www.ecocidades.org.), desde 2011. Atuação como professora convidada, em 2012, no curso de Especialização em Administração Pública com ênfase em Gestão Universitária da Universidade Federal do Tocantins, ministrando a disciplina: Responsabilidade Social e Gov ernança. Atuação como Coordenadora da equipe de tutoria no Curso de Extensão de Formação de Lideranças Sociais e Políticas em Cidades Sustentáveis como foco em Saneamento Ambiental da Turma: Fóruns Locais dos Municípios da Agenda 21 Comperj.

Taisa Collaço

Mestre em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ e Engenheira Civil pela Mackenzie - SP. Possui Especialização em Gestão pela Qualidade Total, Grifo Enterprises - RJ com extensão na University of Tampa -Tampa - USA e em Sistemas de Medição para Projetos Aplicados a Países em Desenvolvimento pelo E.T.H. Swiss Federal Institute of Technology Zurich - Suíça. Atuou como engenheira sênior responsável pela elaboração de projetos na área de estruturas de concreto, para obras do setor público e privado. É Consultora em Gestão Empresarial e Qualidade. Foi Gerente de Gestão Empresarial e Qualidade da ATL. Prestou serviços consultoria para as Empresas Telemar Norte Leste - Oi de 2003 a 2009 em projetos de otimização de processos por meio de equipes de trabalho. Sócia da IMPRES, empresa com atuação na área de gestão do negócio, que tem como objetivo propor soluções que levem seus clientes a melhores resultados.

Thomas Garcia Carmona

Engenheiro Civil pela Faculdade de Engenharia da Fundação Armando Álvares Penteado - turma de 1999. estre em engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo na linha de pesquisa "Corrosão de Armaduras". MASTER pelo Instituto Eduardo Torroja de Ciências da Construção - Espanha, Curso de Estudos Maiores da Construção - CEMCO 2004, com trabalho monográfico de especialidade na área de Vida Útil. Especialização em química do cimento pelo Instituto Eduardo Torroja de Ciências da Construção - Espanha. Diretor da Exata Engenharia e Assessoria SS Ltda. onde trabalha desde 1995, tendo atuado em muitos trabalhos por todo o Brasil nas áreas de Patologia das Construções e Projeto Estrutural. Diretor da ABECE - Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (gestões: 2007 até 2014). Vice-presidente da ALCONPAT - "Asociación Latinoamericana de Control de Calidad y Patología de la Construcción". Professor do Curso de Pós Graduação em Patologia das Obras Civis do Instituto IDD, ministrando cursos em São Paulo, Curitiba, Vitória, Belo Horizonte e Fortaleza. Professor do curso de Pós Graduação em Projeto de Estruturas de Concreto Armado de Edifícios da FESP - Faculdade de Engenharia de São Paulo - SP. Professor do curso de Pós Graduação em Engenharia de Estruturas da SOCIESC - Sociedade Educacional de Santa Catarina - SC. Foi professor das disciplinas de Estruturas Metálicas e de Madeira, Estruturas Especiais de Concreto, Concreto Armado I e II e Arquitetura e Estruturas na Universidade Anhembi Morumbi - SP. Realizou trabalhos de pesquisa sobre materiais de construção destinados a obras marítimas para a ROM - Recomendação de Obras Marítimas de "Puertos del estado de España". Ministrou diversas palestras e cursos em várias cidades do Brasil sobre, Vida Útil, Projeto, Patologia, Reparo, Reforço e Proteção de Estruturas de Concreto. Participou de diversas comissões de estudo para revisão de normas da ABNT, incluindo a atual revisão da NBR 7680 sobre extração, ensaio e análise de testemunhos de concreto.

Valdir Pignatta e Silva

Professor Doutor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo; Professor da Poli, por 20 anos, da disciplina sobre Estruturas de aço; Autor de 9 livros e mais de 200 artigos científicos; Pesquisador CNPq; Revisor de 16 revistas científicas: Journal of Structural Engineering, Construction and Building Materials, Steel and Composite Structures, Journal of the Brazilian Society of Mechanical Sciences, Materials Research, Revista da Estrutura de Aço, entre outras. Membro de mais de uma dezena de comissões de estudos da ABNT sobre estruturas de aço e estruturas em situação de incêndio; Coordenador do programa de pós-graduação em engenharia civil da Poli (2003-2005).

Victor F. D. Sacramento

Engenheiro Mecânico, Mestre formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica, ITA, 2003, Doutorando pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio. Trabalha com projeto de equipamentos mecânicos para indústria de óleo e gás, equipmanetos de movimentação de carga para navios de instalação de tubulações rígidas e flexíveis de óleo e gás, estruturas metálicas para construção civil, projeto de fundações, análise estática e dinâmica de estruturas utilizando software de elementos finitos e análise de fadiga em estruturas metálicas. Foi professor do Curso Técnico em Mecânica de Precisão da Escola Senia Suiço-Brasileria em São Paulo. Publicou os artigos "Fatigue Damage of a Drilling Tower Induced by Ocean Waves" no Journal of the Brazillian Society of Mechanical Sciences and Engineering em 2013, "Integrity of an Offshore Structure Subjected to Waves: A stochastic Analysis" na Revista Mecánica Computacional", Argentina, 2013 e "Fatigue Damage Induced by Ocean Waves" no Proceedings of the XV International Symposium on Dynamic Problems of Mechanics", 2013.

Vitor Schmidt Finkel

É consultor em Instrumentação de Controle, Segurança e Automação de Processos Industriais, tendo exercido, entre outros, o cargo de Gerente de Automação da Cia. Brasileira de Pneumáticos Michelin. Tem a certificação CAP da ISA (Certified Automation Professional)  Com dezenas de trabalhos publicados em Revistas e Publicações Especializadas, é co-autor do livro Instrumentação Industrial, Professor no Curso de Graduação em Engenharia Elétrica da Universidade Santa Úrsula (Rio de Janeiro - RJ), Diretor do "Publications Department" da ISA - The Instrumentation, Systems, and Automation Society (Estados Unidos), Presidente do Conselho Editorial da Revista InTech Brasil, Membro Permanente do Comitê de Instrumentação e professor do Curso de Pós-graduação em Engenharia de Instrumentação do Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás. No Distrito 4 (América do Sul) da ISA, vem atuando como Presidente da Seção do Rio de Janeiro, Diretor de Publicações e Presidente Eleito para no período de 2005 & 2006. Coordenador e instrutor de Cursos sobre Sistemas de Segurança, Controladores Lógicos Programáveis, Eletrônica & Informática na Instrumentação, Curso Básico de Instrumentação.